Você Sabia?

 

Coleta seletiva no Estado

No país, 58% dos resíduos ainda são depositados em terrenos a céu aberto. De acordo com os dados levantados pela Fundação Estadual do Meio ambiente (Feam) até dezembro de 2011, em Minas, esse percentual é de 44,76%, situação melhor que a média nacional.

Lixões, como resolver os problemas dos resíduos sólidos?

Uma Parceria Público-Privada (PPP) no Estado de Minas Gerais irá ajudar as cidades a resolver a questão. Embora substituir os lixões por aterros sanitários seja responsabilidade municipal, em Minas Gerais esse desafio foi, em parte, assumido pelo governo do Estado.

Em junho, o Estado assinou convênio com 44 municípios da Região Metropolitana e do chamado Colar Metropolitano, que responde por um terço do lixo produzido em Minas.
Em contrapartida, os municípios precisarão cumprir as exigências, como implantar coleta seletiva e apoiar as associações dos catadores de material reciclável. Também continuarão responsáveis pela coleta domiciliar e o transporte do lixo até estações de transbordo operadas pela PPP. Sabará e a capital mineira não integram o convênio porque já possuem sistema adequado de disposição do lixo.

O problema do lixo: 70,69% dos municípios não cumprem a lei 12.305, que decreta o fim dos lixões até 2014.

Fonte: FEAM e Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe)

 

Consumo Global (Planeta no cheque especial – Site O Globo)

Em 1961, o consumo global requeria apenas 0,63 da capacidade do planeta de se renovar.
Em 1975, o número chegou a 0,97. Pouco depois, começou o débito.

A pegada ecológica já era de 1,06 planeta em 1980. Chegando a 1,45 em 2005.

Agora, os padrões de consumo exigem uma área de quase um planeta e meio. Avaliando a série histórica, os pesquisadores perceberam que a cada ano o planeta entra no cheque especial cerca de três dias mais cedo. Se o panorama atual não mudar, serão necessário dois planetas até 2030.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/ciencia/mat/2011/09/21/planeta-no-cheque-especial-ambiental-925408388.asp#ixzz1YhwnmeRw
© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

Relatório do Pnuma revela falta de eficiência ambiental

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) publicou na última terça-feira relatórios regionais sobre o uso eficiente dos recursos na América Latina e na Ásia-Pacífico. As conclusões são semelhantes: "a maioria desses países não integrou o conceito de eficiência dos recursos em suas estratégias econômicas e produtivas".

Os relatórios REEO (Eficiência na utilização de Recursos: Perspectivas e Implicações Econômicas, na sigla em inglês) pretendem incentivar o desenvolvimento sustentável. O estudo sobre a América Latina foi desenvolvido entre 2009 e 2010 pelo Pnuma e pela Rede Mercosul de Pesquisas Econômicas, em colaboração com a Universidade Autônoma Metropolitana (México) e a Universidade de Concepción (Chile).

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/ciencia/mat/2011/09/21/relatorio-do-pnuma-revela-falta-de-eficiencia-ambiental-925408457.asp#ixzz1YiDxsslZ
© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

Campanha “Separe o lixo e acerte na lata”, do Ministério do Meio Ambiente

Para que a nova política de resíduos sólidos fosse absorvida o mais rápido possível pela população brasileira, o Governo Federal, por meio dos ministérios do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, lançou a campanha “Separe o lixo e acerte na Lata”.

O objetivo da campanha é preparar a sociedade brasileira para uma mudança de comportamento em relação à coleta seletiva do lixo, ressaltando os benefícios ambientais, sociais e econômicos do reaproveitamento dos resíduos sólidos para o País.

Acesse a página da campanha, clique aqui.

Santa Vitória lança Projeto Semear

A comarca de Santa Vitória em parceria com o Ministério Público lançou em junho o Projeto Semear. A iniciativa promove a recuperação do meio ambiente por meio do trabalho realizado por recuperandos do sistema prisional.

Saiba mais no link notícias.

Veja a entrevista da juíza Vanessa Vedovotto - Projeto Semear investe na recuperação de presos - TJMG Informativo (julho/2011) - pág.09.

Capital Mineira: sede Congresso Mundial do Iclei

Belo Horizonte será, entre 30 de maio e 2 de junho do próximo ano, sede do Congresso Mundial do Iclei (Governos locais pela sustentabilidade) 2012. A capital é a primeira metrópole da América Latina em que o evento será realizado.

Mais informações acesse a página da Prefeitura de Belo Horizonte clique aqui

Sacolinhas plásticas proibidas em Belo Horizonte

Em vigor desde o dia 18, proibição de uso de embalagens plásticas tradicionais pelo comércio se espalha pelo interior de Minas Gerais. Supermercados da Grande BH eliminam unidades poluidoras, mesmo sem legislação municipal.

Veja mais informações no portal TJMG em Notícias » Clipping (página 13) ou clique aqui.

 

Decreto nº 7.497, de 9.6.2011


Dá nova redação ao artigo 152 do Decreto no 6.514, de 22 de julho de 2008, que dispõe sobre as infrações e sanções administrativas ao meio ambiente e estabelece o processo administrativo federal para apuração destas infrações. Leia a íntegra do decreto, clique aqui.

Desmatamento é flagrado no Pará/Divulgação/Ibama/29-6-2011

Consumo Global (Planeta no cheque especial – Site O Globo)
Em 1961, o consumo global requeria apenas 0,63 da capacidade do planeta de se renovar.
Em 1975, o número chegou a 0,97. Pouco depois, começou o débito.
A pegada ecológica já era de 1,06 planeta em 1980. Chegando a 1,45 em 2005.

Agora, os padrões de consumo exigem uma área de quase um planeta e meio. Avaliando a série histórica, os pesquisadores perceberam que a cada ano o planeta entra no cheque especial cerca de três dias mais cedo. Se o panorama atual não mudar, serão necessário dois planetas até 2030.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/ciencia/mat/2011/09/21/planeta-no-cheque-especial-ambiental-925408388.asp#ixzz1YhwnmeRw
© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

  Relatório do Pnuma revela falta de eficiência ambiental

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) publicou na última terça-feira relatórios regionais sobre o uso eficiente dos recursos na América Latina e na Ásia-Pacífico. As conclusões são semelhantes: "a maioria desses países não integrou o conceito de eficiência dos recursos em suas estratégias econômicas e produtivas".
Os relatórios REEO (Eficiência na utilização de Recursos: Perspectivas e Implicações Econômicas, na sigla em inglês) pretendem incentivar o desenvolvimento sustentável. O estudo sobre a América Latina foi desenvolvido entre 2009 e 2010 pelo Pnuma e pela Rede Mercosul de Pesquisas Econômicas, em colaboração com a Universidade Autônoma Metropolitana (México) e a Universidade de Concepción (Chile).

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/ciencia/mat/2011/09/21/relatorio-do-pnuma-revela-falta-de-eficiencia-ambiental-925408457.asp#ixzz1YiDxsslZ
© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

Dia mundial sem carro: Ponte Nova

No dia 22 de setembro o ambiente forense da comarca de Ponte Nova dispensará a utilização de terno e gravata, por determinação do juiz diretor, Damião Alexandre Tavares Oliveira.

É um incentivo ao uso alternativo de transportes em adesão ao “Dia Mundial Sem Carro”. O movimento começou na Europa nos últimos anos do Século 20, com o objetivo de refletir sobre os gigantescos problemas causados pelo uso intenso de automóveis como forma de deslocamento e trazer um convite ao uso de meios de transporte sustentáveis, incluindo a bicicleta.  Os problemas causados pelo uso de automóveis são inúmeros e evidentes: poluição atmosférica e sonora, doenças respiratórias, sedentarismo, inatividade, acidentes e outros.

Veja mais informações em notícias, clique aqui.

Campanha “Separe o lixo e acerte na lata”, do Ministério do Meio Ambiente

Para que a nova política de resíduos sólidos fosse absorvida o mais rápido possível pela população brasileira, o Governo Federal, por meio dos ministérios do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, lançou a campanha “Separe o lixo e acerte na Lata”.

O objetivo da campanha é preparar a sociedade brasileira para uma mudança de comportamento em relação à coleta seletiva do lixo, ressaltando os benefícios ambientais, sociais e econômicos do reaproveitamento dos resíduos sólidos para o País.

Acesse a página da campanha, clique aqui.

pinguim

Bolsa Reciclagem prevê rede integrada para valorização de catadores

 

A Assembléia Legislativa de Minas Gerais, apresentou o Projeto de Lei (PL) 2.122/11, que cria a Bolsa Reciclagem, a representantes de 15 associações de catadores de material reciclável do Estado.

Quem tiver interesse em acompanhar a tramitação pode consultar o portal da assembléia Legislativa (banner tramitação de projetos) ou  cliqui aqui.

Para acessar a aprovação do projeto, clique aqui.

 

Santa Vitória lança Projeto Semear

 

A comarca de Santa Vitória em parceria com o Ministério Público lançou em junho o Projeto Semear. A iniciativa promove a recuperação do meio ambiente por meio do trabalho realizado por recuperandos do sistema prisional.

 

Saiba mais no link notícias.

Modernização do parque de computadores do TJMG

Mais de 6 mil computadores antigos  já foram substituídos até maio de 2011 e outros 1.200 devem ser entregues até julho próximo. A ação integra o projeto “Atualização e Ampliação do Parque Computacional do TJMG”,  iniciado em 2010,  com o objetivo de renovar e manter atualizadas as estações de trabalho da 1ª e 2ª Instâncias do TJMG.A conclusão desta fase do projeto pela Diretoria Executiva de Informática cumpre a meta de substituição de 100% dos microcomputadores com Windows 98 no biênio 2010/2011, conforme prevista na Portaria nº. 2.422/2010.

Além de ampliar a segurança da informação e reduzir o custo com manutenções, a modernização dos computadores contribui com o Programa de Sustentabilidade Legal (PSL), com a implantação de equipamentos com fontes de alimentação de menor consumo energético e monitores do tipo LCD.

Capital Mineira: sede Congresso Mundial do Iclei

Belo Horizonte será, entre 30 de maio e 2 de junho do próximo ano, sede do Congresso Mundial do Iclei (Governos locais pela sustentabilidade) 2012. A capital é a primeira metrópole da América Latina em que o evento será realizado.

Mais informações acesse a página da Prefeitura de Belo Horizonte clique aqui.

Sacolinhas plásticas proibidas em Belo Horizonte

Em vigor desde o dia 18, proibição de uso de embalagens plásticas tradicionais pelo comércio se espalha pelo interior de Minas Gerais. Supermercados da Grande BH eliminam unidades poluidoras, mesmo sem legislação municipal.

Veja mais informações no portal TJMG em Notícias » Clipping (página 13) ou clique aqui.

Desafio Sustentável

Desafio Sustentável - Resultado


A meta de economia proposta na campanha Desafio Sustentável – Economize Energia foi atingida em 212 unidades prediais e outras 37 unidades reduziram o consumo de energia em até 4%.


No total, mais de 95 mil kWh deixaram de ser consumidos em junho de 2010, quando comparado ao consumo efetuado em junho do ano passado.


Os fóruns das comarcas de Pompéu, Tupaciguara,  Prata e  Vazante registraram os maiores de índices de redução. Quanto às maiores reduções nos quantitativos de kWh, os campeões  de economia foram os fóruns de Montes Claros, Ipatinga, Governador Valadares, Juiz de Fora, Varginha e Ribeirão das Neves.

 

O Desafio

O Desafio Sustentável também mobilizou esforços para o cumprimento da Meta Prioritária 6, do CNJ, que estabelece a redução, em pelo menos 2%, do consumo per capita com energia elétrica, telefone, papel, água e combustível. Tal meta faz parte das dez ações prioritárias que os tribunais do País devem realizar durante o ano de 2010.

Vale lembrar, que durante o seminário do Meio Ambiente, o CNJ ressaltou os exemplos de boas práticas do Poder Judiciário de Minas.

A campanha do TJ foi citada como um exemplo de boas práticas durante o Seminário do Meio Ambiente na apresentação da Diretora Executiva do Departamento de Pesquisas Judiciárias do Conselho Nacional de Justiça, Neide de Sordi. Acesse a apresentação, aqui.

Outras